Províncias

Novas embarcações aumentam capturas

Flávia Massua |Saurimo

A oferta, nos últimos cinco anos, de cem embarcações a remo e de aparelhos de pesca a cinquenta associações da Lunda-Sul, elevou de vinte para cerca de quinhentos quilogramas, a média diária de captura na província.

A oferta, nos últimos cinco anos, de cem embarcações a remo e de aparelhos de pesca a cinquenta associações da Lunda-Sul, elevou de vinte para cerca de quinhentos quilogramas, a média diária de captura na província.
O chefe de secção de Pescas, Carlos  Fazenda, afirmou que esta realidade encoraja o sector a gizar apostas para modernizar os meios disponíveis e a contemplar cinco novas associações, uma das quais composta por desmobilizados das extintas FAPLA.
O apoio enquadra-se no programa do Governo de combate à fome e à pobreza nas comunidades rurais, segundo o chefe de secção de Pescas.  A destruição de redes por jacarés e a intensificação de chuvas são as principais dificuldades vividas pelos pescadores, acrescentou  Carlos Fazenda.

Tempo

Multimédia