Províncias

Novo mercado abre as portas

Eleutério Silipuleni | Ombadja

A sede do município da Cahama, Cunene, passou a dispor de um novo mercado, com capacidade para 150 lugares.

Espaço anterior não oferecia condições
Fotografia: Jornal de Angola

O empreendimento foi inaugurado pelo vice-governador para o sector Político e Social, José do Nascimento Veyelenge, no quadro das festividades da província, assinalado a 10 Julho. Localizado no bairro da Cahama velho, o mercado ocupa uma área de 35 mil metros quadrados e vai acolher vendedores que praticavam a venda a céu aberto, em locais impróprios. O empreendimento custou aos cofres do Estado mais de 22 milhões de kwanzas e foi construído num período de sete meses. Além das bancadas, o mercado conta ainda com um gabinete para o administrador da praça, talho e peixaria, apoiado por um contentor frigorífico de 40 pés, para a conservação de diversos produtos e um sistema de fornecimento de água. O vice-governador para o sector político e social, José do Nascimento Veyelenge, disse que abertura do novo mercado permite a criação de mais postos de trabalho e abastecer alimentos à população da cidade. Sendo um bem público, pediu aos vendedores para manterem a higiene nas suas bancadas, de modo a não porem em risco a saúde das pessoas.O Governo, referiu, está empenhado em minimizar as dificuldades da população, sublinhado que o município foi brindado com uma obra de raiz que custou avultada soma em dinheiro. “Outras acções vão surgir para que a população viva condignamente, numa sociedade moderna”, garantiu. A administradora municipal da Cahama, Margarida Ulissavo, referiu que o mercado vai dar mais comodidade aos comerciantes do município e garantir maior segurança alimentar, porque no passado muitos faziam a comercialização de produtos em locais não adequados.

Tempo

Multimédia