Províncias

Novo sistema de captação de água melhora abastecimento em Caxito

Os habitantes da cidade de Caxito vão, a partir do mês de Setembro, contar com melhorias no abastecimento e distribuição de água potável, fruto da instalação de um novo sistema de captação de água na comuna das Mabubas, projecto que teve início em Junho.

População da cidade de Caxito beneficia de mais água potável
Fotografia: Jornal de Angola

Os habitantes da cidade de Caxito vão, a partir do mês de Setembro, contar com melhorias no abastecimento e distribuição de água potável, fruto da instalação de um novo sistema de captação de água na comuna das Mabubas, projecto que teve início em Junho.
A informação foi prestada no sábado à Angop pelo chefe de departamento de Energia e Água do Bengo, Bento Jacinto, que salientou estarem as melhorias consubstanciadas no aumento das quantidades actuais, de 36 para 60 metros cúbicos por hora.
Segundo o responsável, o aumento do caudal surge em função do actual crescimento populacional da cidade, estimado em 15 mil habitantes, o que provoca um défice de fornecimento de água. Os trabalhos de instalação do novo sistema de captação e distribuição de água estão a cargo da empresa chinesa China National Electronic Import e Export (CEIEC).
Sustentou igualmente que após os estudos de viabilidade técnica e financeira, o novo sistema será montado no ponto mais alto da cidade, localizado nas Mabubas, atingindo a povoação do Porto-Kipiri.
Relativamente à província, explicou terem sido instaladas empresas de tratamento de água (Etas) em algumas municipalidades no âmbito do programa “Água para Todos”, nomeadamente no Ambriz, Kissama, Dembos e Nambuangongo (Muxaluando), mas que por questões técnicas não funcionaram.
Para a reactivação destes projectos deu a conhecer que o governo local programou a formação intensiva de jovens para a manutenção dos meios, de modo a que se possa fazer reparações pontuais dos mesmos sistemas.
Lembrou que muitos citadinos ainda consomem água bruta tirada do rio, apelando-os a cumprir com as orientações de tratamento prévio da água, para não criar situações complicadas à saúde, devendo-se fervê-la ou colocar lixívia.

Tempo

Multimédia