Províncias

Novos empregos no Cubal

O Centro de Emprego do município do Cubal, 171 quilómetros a sudeste da cidade de Benguela, criou, em 2009, 13 postos de trabalho, que originaram em 88 novos empregos, sendo beneficiárias 32 mulheres.

O Centro de Emprego do município do Cubal, 171 quilómetros a sudeste da cidade de Benguela, criou, em 2009, 13 postos de trabalho, que originaram em 88 novos empregos, sendo beneficiárias 32 mulheres.
De acordo com o director municipal do Centro no Cubal, Feliciano Kasandji, em relação ao ano de 2008, no ano findo registou-se uma redução de dez postos de trabalho e de 30 novos empregos devido ao fraco investimento registado na região provocado pela crise económica e financeira mundial.
Os empregos criados resultaram de 370 solicitações de trabalho, tendo o sector privado empregue 87 cidadãos no ramo da agricultura, indústria transformadora, obras públicas, comércio, hotelaria, entre outros, enquanto o estatal deu oportunidade a uma pessoa apenas no Banco de Poupança e Crédito (BPC). Feliciano Kassanji admitiu que permanecem ainda inscritos na instituição 684 cidadãos, dos quais 263 são do sexo feminino, que procuram primeiro emprego.
O sector que dirige controla no município 3.814 trabalhadores, sendo 3. 333 na função pública e 481 no sector empresarial, bem como outros 150 pensionistas, estes através da Segurança Social.
No último trimestre do ano findo, teve início uma formação profissional de 188 jovens da região, dos quais 33 são mulheres, através de unidades móveis, nas especialidades de canalização, electricidade e pedreiro.
Para o presente ano, o responsável do Emprego no Cubal perspectiva dar continuidade às visitas permanentes às empresas, visando a recolha de dados sobre o mercado de emprego, bem como a formação profissional.

Tempo

Multimédia