Províncias

Novos meios reforçam fornecimento de luz

Venâncio Víctor | Malange

A província de Malanje passa a dispor, a partir de Março, de cinco novos grupos geradores, que vão reforçar a capacidade no fornecimento de energia eléctrica à cidade de Malanje, anunciou o governador provincial.

Fotografia: Jornal de Angola

Norberto dos Santos esclareceu que os cortes que se têm registado no fornecimento de energia eléctrica à cidade se deve, nalguns casos, às obras de manutenção da central hidroeléctrica de Capanda, que fornece cerca de 18 Mega watts à província de Malanje.
Para resolver esta situação, o Governo Provincial adquiriu nove grupos geradores para a central térmica e os cortes registados não têm a ver com a capacidade no fornecimento. Ao referir-se às ligações anárquicas feitas por muitos consumidores, considerou-as uma das causas dos cortes de energia e referiu que a Empresa Nacional de Energia (ENE), entidade encarregue da distribuição de energia, está a trabalhar no sentido de identificar os autores dessas práticas.
“As ligações anárquicas contribuem para a pouca qualidade da luz e, com base nisso, não podemos admitir que um cidadão crie transtornos à rede e deixe um bairro sem corrente eléctrica durante algum tempo”, alertou.   Em relação à reabilitação de estradas, anunciou que a província vai receber em breve, através do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), alguns equipamentos para permitir a reabilitação das vias terciárias.
O fornecimento de água potável é outro problema sério. Para colmatar o problema, o Governo Provincial disponibilizou uma viatura apropriada à Administração Municipal de Malanje, para a abertura de furos nos bairros onde as populações se debatem com falta de água. Até ao momento, já foram efectuados cerca de 11 furos para construção de tanques de água e respectivos chafarizes.
O projecto de abertura de furos abrange também os restantes municípios da província de Malanje que têm falta de água. 

Tempo

Multimédia