Províncias

Novos professores nas zonas rurais

Jaquelino Figueiredo | Soyo

Um total de 64 novos professores para o ensino primário estão a ser formados pela Escola do Magistério da ADPP (Ajuda para o Desenvolvimento de Povo para Povo) no município do Soyo, província do Zaire. A iniciativa visa o reforço do quadro do-cente face à carência existente nesse domínio na região.

Fotografia: Edições Novembro

A formação dos futuros professores, provenientes de vários municípios de Luanda, Cabinda e Zaire, com a duração de três anos, teve o seu início segunda-feira.
O processo de formação abarca a componente teórica num período de dois anos e um outro a prática, para posteriormente lançarem mais professores às comunidades rurais do país tendo em vista a alfabetização de crianças em idade escolar. O director da escola, Agripino Jonas Chipassa, lembrou aos presentes que o sector da Educação constitui a chave para o desenvolvimento de qualquer Nação.
Agripino Jonas Chipassa aproveitou a ocasião para encorajar os candidatos a professores das zonas rurais sobre os desafios que os espera, tendo aconselhado a nunca desistirem, na me-dida em que o caminho de cada um deve ser traçado por ele mesmo.
A candidata do município do Nzeto, Ana Marquichita, disse que optou por fazer o curso do Magistério para ajudar o processo de instrução das crianças. “É muito bom fazer parte desta grande empreitada que vai mudar Angola para melhor”, disse. 

 


Tempo

Multimédia