Províncias

Núcleo do ensino médio de Saúde matricula centenas de formandos

Casimiro José | wako-Kungo

O núcleo do Instituto Médio de Saúde do Wako-Kungo, município da Cela, província do Kwanza-Sul, matriculou, no presente ano lectivo, 416 alunos no único curso de enfermagem geral ministrado na instituição.


 
O núcleo do Instituto Médio de Saúde do Wako-Kungo, município da Cela, província do Kwanza-Sul, matriculou, no presente ano lectivo, 416 alunos no único curso de enfermagem geral ministrado na instituição.
A directora do Instituto Médio de Saúde de Benguela, Isabel António, salientou que 300 alunos estão matriculados no primeiro ano de formação, e 116 no segundo.
Isabel António revelou que, até ao final do ano, concluem a formação 50 técnicos de saúde.
Durante os três anos, os cursandos aprendem técnicas de enfermagem, química, ética profissional, psicologia geral, saúde da mulher e infantil.
Isabel António reconheceu que a falta de núcleos nos municípios causou a fuga de muitos técnicos da província do Kwanza-Sul para Benguela, onde se encontram as instituições de especialidade.
“Pensamos criar núcleos noutras localidades para darmos resposta aos anseios de muitos técnicos da saúde, que carecem de formação técnico-profissional nas diversas especialidades”, reforçou.
Com esse exercício, acrescentou a responsável, estão a aproximar as oportunidades de formação dos técnicos básicos que funcionam nas distintas unidades hospitalares, sem necessidade de abandonarem os municípios onde trabalham.Para a criação de mais núcleos noutros municípios da província do Kwanza-Sul, a directora do IMS de Benguela pede o envolvimento das autoridades municipais na criação das condições infraestruturais, que garantam um ambiente propício para a  formação nas distintas especialidades da saúde.

Tempo

Multimédia