Províncias

Nzeto vai ganhar escola com doze salas de aula

Garcia Mayatoko e Jaquelino Figueiredo | Nzeto

O município piscatório do Nzeto, província do Zaire, vai, no prazo de oito meses, contar com uma escola de doze salas de aula, a ser construída no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), cujo lançamento da primeira pedra teve lugar no passado fim-de-semana, a cargo do governador Pedro Makita.

Fotografia: DR

O projecto de construção da referida escola, a ser erguida num espaço total de 5.875,72 quilómetros quadrados, no bairro Kinanga, arredores da vila do Nzeto, que contempla também o seu apetrechamento, está orçado em kz.157.321.023,00 de kwanzas, cujos os trabalhos estão a cargo da construtora Barroso Construtura.

O futuro estabelecimento escolar, com capacidade para 1.080 alunos distribuídos em dois turnos, vai, para além de salas de aula, contar com uma área administrativa com diferentes gabinetes, secretaria geral, instalações sanitárias, pátio, sala de arquivos, hall, área de circulação e uma quadra desportiva.

Na ocasião, o governador do Zaire, Pedro Makita, após a colocação do “primeiro tijolo”, disse que, no âmbito do PIIM, a província vai continuar a erguer escolas e não só, cujo processo teve o seu início há quinze dias nos municípios de Mbanza Kongo e Soyo e, nos próximos tempos, vão ser consignadas também obras no Tomboco, Nóqui e Kuimba.

“Este acto, enquadrado no PIIM, visa dotar a província de mais infra-estruturas escolares de dimensões consideráveis, que vão propiciar o saber às nossas crianças, cujo projecto contempla também o apetrechamento da referida escola”, acrescentou. Segundo Pedro Makita, o cumprimento dos prazos contratuais e a obediência aos parâmetros estabelecidos pelo Estado angolano constituem uma obrigação de todos os intervenientes no projecto.

Tempo

Multimédia