Províncias

Obras do hospital paradas há 4 anos

Marcelo Manuel | Samba Caju

As obras do Hospital Municipal de Samba Caju, iniciadas em 2014, com uma projecção de 65 camas, actualmente com uma execução física na ordem dos 30 por cento, estão paralisadas há quatro anos, por falta de pagamentos.

Fotografia: DR

De acordo com a administradora municipal de Samba Caju, Susana Pereira Bravo, a obra, orçada em cerca de 700 milhões de kwanzas, era de âmbito provincial e, doravante, os seus encargos financeiros passam a ser sustentados pelo Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).
O director do Gabinete Provincial de Estudos, Planificação e Estatística do Governo Provincial do Cuanza-Norte, Edinaldo Teixeira, disse que, brevemente, a Administração de Samba Caju realiza um concurso público para o apuramento da empresa que vai terminar as obras da referida unidade sanitária, tendo avançado a possibilidade dos trabalhos retomarem no primeiro trimestre de 2020.
Edinaldo Teixeira avançou que o novo hospital está a ser construído numa zona com cerca de 1.300 metros quadrados e, quando ficar concluído, vai oferecer serviços de consultas, meios de diagnóstico, pequenas cirurgias, enfermaria, maternidade, farmácia, morgue, lavandaria, cantina, cozinha, balneários, vestiário e zona de apoio ao utente.

Novas escolas
A administradora municipal de Samba Caju avançou que estão a ser construídas três escolas, com um total de 29 salas, orçadas em mais de 90 milhões de kwanzas, que ficam concluídas até finais de Dezembro próximo, para absorver cerca de 2.320 alunos do ensino primário, I e II ciclos.
Susana Pereira Bravo avançou que duas das escolas, com 14 e 12 salas, respectivamente, estão a ser erguidas na sede, enquanto outra, de três salas, já concluída, fica no bairro Zundo.
A administradora fez saber também que está a ser erguida, junto do projecto habitacional dos 200 fogos, a cinco quilómetros da vila, uma escola politécnica, com 20 salas, que vai albergar mais de 2.000 alunos, em três turnos, nos cursos de Pedagogia, Agricultura e Informática. A obra é de âmbito provincial e, segundo a administradora, caso se cumpram os pagamentos estabelecidos no contrato, pode terminar ao longo do próximo ano.
Actualmente, o município de Samba Caju conta com 40 escolas, das quais 23 de carácter definitivo. No presente ano lectivo, estão matriculados mais de dez mil alunos, dos quais seis mil do ensino primário. Naquela circunscrição, existem 235 professores, sendo necessários mais 50.

Tempo

Multimédia