Províncias

Obras decorrem a bom ritmo no troço Sanga Wanga/Banga

A administradora municipal de Buco Zau, Marta da Conceição Lelo, manifestou-se, na sexta-feira, naquela cidade, satisfeita com o grau de execução da reabilitação dos 30 quilómetros da estrada que liga a sede do município às aldeias de Sanga Wanga (Angola) e Banga (Congo Brazzaville).

Projecto visa melhorar a livre circulação de pessoas e as trocas comerciais
Fotografia: Kindala Manuel

A administradora municipal de Buco Zau, Marta da Conceição Lelo, manifestou-se, na sexta-feira, naquela cidade, satisfeita com o grau de execução da reabilitação dos 30 quilómetros da estrada que liga a sede do município às aldeias de Sanga Wanga (Angola) e Banga (Congo Brazzaville).
Dos 30 quilómetros da via, 11 já se encontram terraplenados, enquanto os outros 19 estão desmatados e aguardam por igual tratamento.
Marta Lelo avançou que a conclusão da obra irá facilitar as trocas comerciais com a província vizinha de Kouilou (Congo Brazzaville) e estimular o crescimento socioeconómico da localidade.
O encarregado da obra, Fernando Ricardo, assegurou à Angop que os trabalhos, iniciados a 15 de Janeiro do ano em curso, caminham satisfatoriamente. Segundo ele, a empreitada vai atingir a outra margem do rio Nhunca, onde se encontra o marco que divide a fronteira comum com a povoação congolesa de Banga, para garantir uma melhor mobilidade das populações. O responsável acrescentou que as obras decorrem num clima de segurança e estabilidade, o que tem permitido que os técnicos e empregados da empresa trabalhem com tranquilidade para a conclusão rápida da estrada.

Tempo

Multimédia