Províncias

Obras na estrada entre Cacula e Quilengues ficam prontas em Março do próximo ano

A reabilitação do troço rodoviário entre os municípios de Cacula e Quilengues, com 54 quilómetros, fica concluída em Março de 2010, dois anos após o início da obra.

A reabilitação do troço rodoviário entre os municípios de Cacula e Quilengues, com 54 quilómetros, fica concluída em Março de 2010, dois anos após o início da obra. A garantia foi dada ontem pelo responsável da empresa Prolage, que realiza a obra, Pompílio Pinto, que reconhece ter havido um grande atraso na sua conclusão, prevista para 2008.
Apontou algumas dificuldades de índole técnica e material como estando na base do atraso, situação já solucionada. A largura da estrada foi ampliada de oito para 11 metros, estando completamente terraplanada. Afirmou que, dos 54 quilómetros, 15 já têm asfalto.  A reabilitação deste importante troço na ligação entre o Sul e o Centro do país, através dos municípios de Quilengues (Huíla) e Chongorói (Benguela), está avaliada em mais de 60 milhões de dólares.

Desenvolvimento agrário
 
Um pólo de desenvolvimento agrário vai ser criado, em 2010, na comuna do Uaba, no município de Caconda, no âmbito do programa do Governo de combate à pobreza, anunciou ontem o administrador municipal de Caconda, Adão Sebastião César.
Em declarações à Angop, naquela localidade, Adão César, apesar de não revelar a extensão do pólo, disse que vão ser construídas habitações, silos para armazenamento das colheitas e a reabilitação do canal de irrigação numa extensão de 45 quilómetros.
O administrador garantiu que já foram feitos estudos de viabilidade por uma equipa do Ministério da Agricultura. Apontou que, com a reabilitação do complexo agrário do Uaba, a produção do milho, massambala, massango e feijão vai permitir reduzir a fome e diminuir a pobreza. “A comuna do Uaba é produtora de milho, batata-doce, feijão, massango e hortofrutícolas. Com a reabilitação do pólo vai aumentar a produção de alimentos e jogar um papel importante no desenvolvimento da província”, realçou.
Adão Sebastião César afirmou também que o pólo vai permitir empregar mais de 60 mil famílias camponesas, proporcionando o desenvolvimento da comuna e dos municípios do Norte e Nordeste da província, Caconda, Caluquembe e Quilengues.
Com uma população estimada em 170.444 habitantes, Caconda tem uma área de 4.715 quilómetros quadrados.

Tempo

Multimédia