Províncias

Obras na ponte cortam ligação

A circulação rodoviária entre a cidade do Huambo e a sede do município do Ekunha, via Caála,  está interditada desde sábado, por um período de quatro dias, para a reabilitação da ponte sobre o rio Cunhongomua, que desabou por causa das chuvas.

O troço alternativo apresenta dificuldades devido ao mau estado das pontes
Fotografia: João Gomes

A circulação rodoviária entre a cidade do Huambo e a sede do município do Ekunha, via Caála,  está interditada desde sábado, por um período de quatro dias, para a reabilitação da ponte sobre o rio Cunhongomua, que desabou por causa das chuvas.
Segundo constatou à Angop, a população do município de Ekunha está a encontrar dificuldades para se deslocar para as cidades do Huambo e da Caála.
 Os produtos agrícolas,  que normalmente eram comercializados noutras localidades,  correm risco de se deteriorarem e os preços de artigos manufacturas aumentaram nos últimos dias no município do Ekunha, devido à não circulação de pessoas e bens para outras localidades.
O troço alternativo que liga a sede do município do Ekunha à cidade do Huambo, também apresenta dificuldades devido ao mau estado das pontes sobre os rios localizados nas aldeias da Quissala, Raimundo, Calei-Cuxila.
O administrador da Ekunha, Agostinho Kalike, disse que o governo local poderá reabilitar os principais troços que ligam estas localidades a partir de Fevereiro, para permitir a circulação de pessoas e bens.

Estrada Nacional 230 recebe  novo asfalto

 Os 100 quilómetros da Estrada Nacional 230, Saurimo/Muriege, na província da Lunda-Sul, em curso desde finais de 2007, beneficia da colocação da última camada de asfalto, disse na semana finda o director do Instituto de Estradas de Angola (INEA), Rafael Domingos Mateus.  Em declarações à Angop, aquele responsável referiu que a empreitada, a cargo de uma construtora local, decorre a bom ritmo e consiste na terraplenagem, criação de valas de drenagem e colocação de placas de sinalização. Com a contribuição de 200 trabalhadores, maioritariamente jovens locais, a obra, segundo a fonte, será entregue oficialmente em Março deste ano.
 Após concluído, o troço, segundo o perfil inicial, contará com duas faixas de rodagem de dois metros e meio de largura em cada sentido e um metro e meio de bermas para ambos os lados. Além desta estrada estão também em reabilitação, na Lunda-Sul, as vias nacionais 290, Muriege/Mukonda, com término no município do Luau, província do Moxico, bem como a 180, que parte da cidade de Saurimo, sede provincial da Lunda-Sul, até à cidade do Dundo (Lunda-Norte), num total de 530 quilómetros.
 Com uma superfície de 77.637 quilómetros quadrados, a província da Lunda-Sul conta com uma população estimada em 130 mil habitantes, distribuídos por quatro municípios.

Tempo

Multimédia