Províncias

OMA defende combate ao subdesenvolvimento

Edson Fontes | Caxito

A secretária municipal do comité da Organização da Mulher Angola no Dande afirmou, no fim-de-semana, que o combate ao subdesenvolvimento e ao analfabetismo são, após o fim da guerra, os principais desafios da mulher angolana.

A secretária municipal do comité da Organização da Mulher Angola no Dande afirmou, no fim-de-semana, que o combate ao subdesenvolvimento e ao analfabetismo são, após o fim da guerra, os principais desafios da mulher angolana. Outras importantes tarefas da mulher angolana, disse, são a formação técnico-científica e os combates à violência doméstica e ao Sida
Luzia Miguel, que falava na oitava assembleia municipal de balanço e renovação de mandatos do comité da OMA, frisou que, “num mundo globalizado, do qual Angola faz parte e a juventude tem assumido comportamento pouco digno, à mãe é reservado o papel de educadora”.
As mulheres, lembrou, constituem a maior parte da população angolana, pelo que, referiu, “o seu peso é maior na balança económica e social e no desenvolvimento do país”. A assembleia municipal aprovou o relatório de balanço das actividades desenvolvidas e o plano de actividades do próximo mandato. A assembleia teve a participação de 91 delegadas eleitas nas assembleias das organizações e estruturas de base do município sede do Bengo.

Tempo

Multimédia