Províncias

ONG assiste mulheres vulneráveis nas comunas do Cuima e Catata


Mais de 30 mulheres em estado vulnerável das comunas do Cuima e Catata, município da Caála, província do Huambo, começaram ontem a receber micro-créditos para combater a pobreza e a fome.

Mais de 30 mulheres em estado vulnerável das comunas do Cuima e Catata, município da Caála, província do Huambo, começaram ontem a receber micro-créditos para combater a pobreza e a fome.
Esta iniciativa, segundo apurou a Angop, é promovida pela organização não governamental angolana Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov), visando melhorar o nível de qualidade de vida das famílias e contribuir para o desenvolvimento sócio-económico das comunidades rurais.
O coordenador do projecto de desenvolvimento comunitário da Adespov, Armindo Samuel Kufumana, revelou que a sua organização tem um pacote financeiro para ser distribuído.
Neste pacote, cada mulher vai receber o equivalente a 100 dólares, para iniciar pequenos negócios nas suas comunidades.
Armindo Samuel Kufumana disse que numa primeira fase será implementada, durante seis meses.

Tempo

Multimédia