Províncias

ONG e parceiros combatem a doença

Marcelo Manuel |Ndalatando

As acções de sensibilização e prevenção da luta contra VIH/Sida nas localidades do Lola, Cassualala, “Trinta e Quatro” e Alto Fina, no município de Cambambe, realizadas nos últimos dois meses pela coordenação da Rede Angolana das Organizações e Serviços da Sida (ANASO) e parceiros no Kwanza-Norte, resultaram na distribuição de 627 mil preservativos e 376 testes para o diagnóstico da doença, dos quais 12 foram positivos.

As acções de sensibilização e prevenção da luta contra VIH/Sida nas localidades do Lola, Cassualala, “Trinta e Quatro” e Alto Fina, no município de Cambambe, realizadas nos últimos dois meses pela coordenação da Rede Angolana das Organizações e Serviços da Sida (ANASO) e parceiros no Kwanza-Norte, resultaram na distribuição de 627 mil preservativos e 376 testes para o diagnóstico da doença, dos quais 12 foram positivos.
De acordo com o responsável da instituição filantrópica, Domingos André, para além das acções em referência, foram ainda distribuídos 310 cartazes e 112 panfletos de carácter didáctico e informativo, assim como realizadas várias palestras e sessões de filmes que retratam as consequências da doença.  />As acções, referiu, visam essencialmente levar as informações a todas as comunidades da província e o objectivo primordial é prevenir, informar e reduzir os índices de infecção no seio destas. “As acções de prevenção e prospecção do Sida por parte da ANASO no Kwanza-Norte tiveram início no ano findo, mas por razões de ordem material e financeira foram interrompidas. Até ao final do ano em curso podemos atingir todas as sedes municipais e algumas comunidades, sendo a do Ngonguembo a próxima”, precisou Domingos André.
Acrescentou que os trabalhos estão a ser desenvolvidos com a colaboração de 15 parceiros e 700 activistas, de forma directa e indirecta. “Estou satisfeito pelo facto da juventude local estar a aderir com sensibilidade aos testes voluntários”, afirmou.

Tempo

Multimédia