Províncias

Peixe impróprio para consumo destruído na cidade de Saurimo

Flávia Massua| Saurimo

A direcção provincial da Lunda-Sul do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) destruiu, na segunda-feira, no aterro sanitário de Kamundambala, arredores da cidade de Saurimo, 8.500 quilos de peixe deteriorado.

A direcção provincial da Lunda-Sul do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) destruiu, na segunda-feira, no aterro sanitário de Kamundambala, arredores da cidade de Saurimo, 8.500 quilos de peixe deteriorado. A directora provincial do INADEC, Delfina Mazau, afirmou que “esta apreensão é fruto de actos de inspecções e fiscalização pedagógica”, visando garantir ao consumidor produtos saudáveis.
A acção, frisou, marca o início de punições aos infractores, que vai culminar, nos próximos dias, com a incineração de cremes, pudins e sumos.

Tempo

Multimédia