Províncias

Polícia regista roubo de 50 cabeças de gado no município de Cuangar

Carlos Paulino | Cuangar

Pelo menos, 50 cabeças de gado bovino foram roubadas de Janeiro a Setembro do ano em curso no município do Cuangar,província do Cuando Cubango, informou hoje o comandante municipal da Polícia.

Fotografia: Carlos Paulino | Edições Novembro

Intendente Jeremias Kanganjo disse que no período em referência a instituição que dirige registou 11 crimes relacionados com o roubo de gado bovino, admitindo que o número de cabeças gado roubadas pode ser maior do que o que chegou ao conhecimento da corporação, “porque muitos criadores não têm a cultura de apresentar queixa às autoridades”.
Segundo o oficial superior da corporação, no aludido período foram recuperadas 35 cabeças e detidos 19 cidadãos nacionais implicados no roubo de gado, cujo crime tem sido o mais praticado por marginas na região.
Jeremias Kanganjo fez saber que a situação é mais preocupante na comuna do Savate, onde os criadores dizem que todas as semanas são vítimas de roubo, cujos animais, segundo eles são levados para a cidade de Menongue e às províncias do Bié, Huambo, Benguela e Luanda, onde comercializam com facilidade. “Os efectivos da Polícia, em coordenação com os outros órgãos do Ministério do Interior, estão a trabalhar para acabar com o roubo de gado no município do Cuangar”, garantiu.
O regedor da comuna do Savate, Matias Ndala, disse que foi igualmente vítima de roubo de cinco cabeças de gado bovino, e teme que a situação piore porque o posto policial da sua área de jurisdição tem apenas quatro efectivos, menos dois do que tinham anteriormente. /> “Este problema está a preocupar-nos muito, pelo que apelamos à criação de mais postos policiais na comuna e o reforço de efectivos. Só assim os meliantes deixarão de tiram o sossego a população, em particular aos criadores de gado que praticamente não dormem para proteger os seus animais”, frisou Matias Ndala.
Para o regedor, a retirada dos controlos policiais ao longo das estradas, sobretudo o que estava junto a ponte sobre o rio Cubango, na comuna do Caiundo, tem contribuído negativamente para o aumento de roubo de gado, porque os camiões que circulam entre Cuangar e as localidades de Menongue, Bié, Huambo e Luanda, têm estado a transportar animais roubados sem que sejam interpelados.
“O controlo policial que estava na comuna do Caiundo era muito importante, porque naquela região todos os camiões eram revistados, pelo que os motoristas, conscientes do controlo cerrado no local, não arriscavam levar mercadorias ou gado ilegalmente. Portanto, creio que diante desta situação a Polícia têm de intensificar a fiscalização, revistando camiões, já que o gado roubado é transportado para fora da localidade por esta via .
O município do Cuangar é a localidade do Cuando Cubango com o maior potencial em termo de criação de gado,particularmente na comuna de Olupale,que conta com uma população bovina estimada em cerca de 60 mil animais.

Tempo

Multimédia