Províncias

Polícia intensifica acções da “Operação Resgate”

Marcelino Wambo/Huambo

O segundo comandante provincial da Polícia Nacional no Huambo, subcomissário Manuel Neto, disse,  terça-feira,  que  a corporação  intensificou o controlo de toda actividade ilegal na província,  em coordenação com os órgãos do Ministério do Interior, no quadro da “Operação Resgate”.

Fotografia: Edições Novembro

Manuel Neto, que falava durante a primeira formatura do ano, que teve lugar na Unidade da Polícia de Intervenção Rápida, sublinhou que, apesar dos esforços dos efectivos policiais e de outros sectores que intervêm na “Operação Resgate”, “é necessária a colaboração dos cidadãos” para a manutenção da tranquilidade pública.
O segundo comandante enalteceu a actuação positiva da Polícia em toda a província durante a quadra festiva. “A Polícia teve uma boa prestação durante as festas. A Polícia vai  continuar a actuar dentro dos marcos da lei. Nem a Polícia nem quem quer que seja está acima da lei, pelo que devemos todos cumprir as leis vigentes no país”, disse.
Um dos objectivos da “Operação Resgate” é acabar com a actividade comercial à margem das normas estabelecidas, quer por parte de cidadãos nacionais, quer de estrangeiros.

Remoção de películas escuras
A Polícia de Trânsito no Huambo está a realizar uma campanha de aconselhamento para a remoção de películas escuras em viaturas, vulgo “vidros fumados” e  utilização  permanente do cinto de segurança. Aos motociclistas, a Polícia está a sensibilizar sobre a obrigatoriedade do uso de capacetes de protecção.
“Por enquanto a Polícia está a sensibilizar para que os condutores ganhem consciência de que devem observar as normas de trânsito. Depois vamos autuar à luz das regras de trânsito”,  disse um oficial da Polícia de Trânsito no Huambo.

Tempo

Multimédia