Províncias

Polícia continua a receber armas em mãos da população

Elautério Silipuleni|Ondjiva

Um total de onze armas de fogos de diversos calibres foram entregues ao longo da semana finda de forma voluntária pela população da província do Cunene, às autoridades policiais, no âmbito do processo de recolha do armamento em posse da população civil.

Intervenção policial está a reduzir a criminalidade
Fotografia: Jornal de Angola

Um total de onze armas de fogos de diversos calibres foram entregues ao longo da semana finda de forma voluntária pela população da província do Cunene, às autoridades policiais, no âmbito do processo de recolha do armamento em posse da população civil.
Do armamento entregue fazem parte nove espingardas automáticas de tipo AKM e duas pistolas Macarov. Fazem ainda parte do material entregue às autoridades policiais 14 carregadores, 396 cartuchos diversos, 73 espoletas de ZU-23m/m e cinco projécteis de canhão D-30m/m.
Segundo o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional no Cunene, Carlos dos Santos, durante a mesma semana foram detidos 35 cidadãos de origem e ocupação social diversas, por prática de 36 acções criminosas.
Os crimes cometidos relacionam-se com ofensas corporais voluntárias simples, posse e uso de estupefaciente (liamba), condução ilegal, auxílio à imigração ilegal, uso de documentos falsos, tentativa de violação, furtos de gado, motorizada e telemóvel, burla, entre outros.
O elevado consumo de bebidas alcoólicas, associadas à ideia de fazer justiça por mãos próprias, à falta de cultura jurídica por parte de alguns cidadãos, o desemprego, a obtenção de lucros fáceis, o elevado custo de vida e o êxodo da população proveniente de outras localidades para os centros urbanos, são as causas, segundo Carlos dos Santos, para a criminalidade existente na província. />           
Enfrentamento policial
 
Ao longo da mesma semana, a polícia apreendeu 1.050 gramas de liamba que se encontrava em posse de um cidadão nacional, já detido por crime de posse e uso de estupefaciente, no município do Namacunde.
A polícia prendeu ainda um cidadão nacional que realizava trabalhos de auxílio à imigração ilegal de cidadãos estrangeiros no nosso país, a partir da fronteira com a Namíbia, tendo igualmente sido registadas cinco violações fronteiriças apeadas, ocorridas nos marcos 5, 12 e 19, que resultaram na interpelação de dez violadores, todos nacionais.
 
Regularização e fiscalização do trânsito
 
Uma pessoa perdeu a vida e outras 13 ficaram feridas havendo ainda danos materiais calculados em 194 mil kwanzas, durante a semana finda, em consequência de seis acidentes de viação que a Polícia de Trânsito registou.
Dos acidentes destacam-se três despistes, duas colisões entre veículos automóveis e choque contra obstáculo fixo, ocorridos nos municípios do Cuanhama, cinco, e Namacunde, um caso.
No mesmo período foram apreendidas 32 viaturas, 15 motorizadas e retidas 62 cartas de condução, 33 livretes por infracções diversas ao Código de Estradas e seu regulamento.                

Tempo

Multimédia