Províncias

Polícia Fiscal regista infracções no posto fronteiriço da Santa-Clara

Elautério Silipulene | Ondjiva

O Comando Provincial do Cunene da Polícia Nacional registou, na semana finda, no posto fronteiriço de Santa-Clara, 17 infracções, consubstanciadas na exportação ilícita de capitais, fuga ao fisco e contrabando privilegiado, informou, sexta-feira, o porta-voz da corporação, o superintendente Carlos dos Santos.

O Comando Provincial do Cunene da Polícia Nacional registou, na semana finda, no posto fronteiriço de Santa-Clara, 17 infracções, consubstanciadas na exportação ilícita de capitais, fuga ao fisco e contrabando privilegiado, informou, sexta-feira, o porta-voz da corporação, o superintendente Carlos dos Santos.
Segundo o porta-voz, a acção operativa resultou na apreensão de diversos artigos, sendo três viaturas, duas das quais de marca Kamaz das Forças Armadas Angolanas, e uma carrinha Mitsubishi, 16.900 mil dólares americanos, 2.500 dólares namibianos e 600 rands sul-africanos.
Carlos dos Santos disse ainda que nesse período foram interpelados 13 violadores de fronteira, dos quais dois de nacionalidade namibiana.
Explicou igualmente que muitos cidadãos entram no território namibiano, fazem compras e dado o volume das mercadorias, utilizam o perímetro fronteiriço para passarem com os produtos, transportados em bicicletas, para não pagarem os direitos alfandegários.
A Polícia Nacional na província do Cunene, durante o período em referência, registou 28 crimes de natureza diversa, que resultaram na detenção de 20 presumíveis criminosos. Os crimes mais relevantes foram furtos, roubos e ofensas corporais.

Tempo

Multimédia