Províncias

População ajuda na desminagem

Nicodemos Paulo |Uíge

O Instituto Nacional de Desminagem (INAD) promove, desde Janeiro do corrente ano, em vários municípios da província do Uíge, campanhas de sensibilização sobre o perigo que as minas representam para as populações locais.

O Instituto Nacional de Desminagem (INAD) promove, desde Janeiro do corrente ano, em vários municípios da província do Uíge, campanhas de sensibilização sobre o perigo que as minas representam para as populações locais.
O chefe de departamento provincial do INAD, José João António André, afirmou que as tarefas de desminagem são antecedidas de campanhas de sensibilização sobre os perigos de minas e engenhos não detonados, facilitando assim a sua identificação.
“Este método é bastante vantajoso, pois permite-nos ter a localização exacta das minas e engenhos não detonados. As populações acabam dominando as localidades afectadas e fornecem essas informações”, frisou.
José João André informou que, de Janeiro a Maio deste ano, foram destruídos cerca de quatro mil engenhos não detonados e mais de 300 minas diversas. “Os resultados só foram conseguidos graças à colaboração das populações”, reconheceu.
O responsável do INAD no Uíge, disse que as localidades de Dala, município do Negage, a zona onde se localiza a mini hídrica do Vale do Loge, no Bembe, e o município do Bungo, são as áreas com maior número de minas.
José João André apelou às populações rurais a manterem-se vigilantes nas zonas onde se realizaram sérios confrontos militares, como as antigas bases e unidades militares.

Tempo

Multimédia