Províncias

Professores no Cuanza Sul aprimoram conhecimentos

Víctor Pedro | Sumbe

Professores do I e II ciclos do ensino secundário do Sumbe, capital da província do Cuanza Sul, estão a assimilar as metodologia do empreendedorismo, num seminário iniciado na terça-feira.

Durante cinco dias, os professores da região vão aperfeiçoar técnicas, para servirem de base na transmissão de conhecimentos,
No referido seminário, que visa ainda promover a criatividade na utilização dos diversos métodos de ensino e desenvolver competências científicas e pedagógicas de empreendedorismo, os professores vão abordar assuntos ligados ao ensino secundário, diagnosticar as competências profissionais, preparar e planificar aulas que despertem atitudes e capacidades empreendedoras.
As “Metodologias Práticas de Ensino do Empreendedorismo”, “A Inclusão de Critérios e Indicadores de Avaliação das Aprendizagens, de Dramatização no Tratamento dos Conteúdos e de Pesquisa na Comunidade para o Tratamento de Temáticas de Empreendedorismo”, “Gestão de Aulas Participativas/Empreendedoras” e a “Utilização de Jogos Didácticos no Tratamento dos Conteúdos de Empreendedorismo”, são temas de palestras.
A “Organização e Realização de Feiras do Empreendedorismo” e o “Tratamento Temático, Selecção e Utilização de Estratégias para Abordagem dos Conteúdos Programados” são outros temas que vão ser discutidos no seminário. O director provincial do Cuanza Sul da Educação, Ciência e Tecnologia referiu que a iniciativa vai favorecer os professores e consolidar reforma educativa. Figueiredo Júnior acrescentou que o espírito empreendedor passou a ser mais abrangente na sociedade.

Visionários
 
No empreendedorismo, a atitude é mais importante que o conhecimento técnico, visto que os empreendedores são visionários, antevêem o futuro e têm a capacidade de implementar os respectivos sonhos, disse Figueiredo Junior.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia do Cuanza Sul salientou que o empreendedor toma decisões na hora certa, mesmo na diversidade de situações como a actual crise económica, o que lhe permite transformar ideias abstractas em algo concreto e, assim, ultrapassar os obstáculos e fazer as coisas acontecerem.
O programa de implementação da disciplina de empreendedorismo foi iniciado em 2010 e é coordenado pelo Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INIDE) e conta com a assistência técnica da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI).
Na província do Cuanza Sul, além do Sumbe, já se realizaram seminários em outros municípios.

Tempo

Multimédia