Províncias

Programa anti-larvar lançado no Lucusse

A população da comuna do Lucusse, 133 quilómetros da cidade do Luena, assistiu domingo ao lançamento oficial do programa de luta anti-larvar, fruto do acordo assinado entre o Governo de Angola e a empresa cubana Antex Limitada.

A população da comuna do Lucusse, 133 quilómetros da cidade do Luena, assistiu domingo ao lançamento oficial do programa de luta anti-larvar, fruto do acordo assinado entre o Governo de Angola e a empresa cubana Antex Limitada.
O programa visa a destruição de larvas e outros roedores causadores de doenças ao homem, através de um produto denominado “larvacida biológico”, medicamento comprovado pela Organização Mundial da Saúde.
O lançamento aconteceu no acto que marcou as comemorações do 25 de Abril (Dia Mundial da Malária), onde foram também distribuídos insecticidas “bactivec”, que ajudam a eliminar as larvas de mosquitos na água, e “biorat” para combater ratos.
Nesse acto, foram igualmente distribuídos 200 mosquiteiros impregnados com insecticida às gestantes e crianças menores de cinco anos, e entregues doses de “Coarten” aos doentes de malária.
A acção conta com a colaboração de 71 técnicos angolanos e três especialistas cubanos que já se encontram na província.
Durante a campanha, serão usadas mais de cinco toneladas de insecticidas.
Segundo o chefe do departamento de saúde pública e controlo de endemias, Manuel Yava Macano, é necessária a mobilização de esforços humanos, financeiros e materiais, para o combate eficaz da malária.
Já o director provincial da Saúde, Pedro Inácio, que encerrou o acto, reconheceu o esforço dos parceiros nas campanhas de combate à malária, tendo pedido que a população acate as normas de prevenção (saneamento básico, uso de mosquiteiros e outras medidas).

Tempo

Multimédia