Províncias

Programa beneficia na Huíla estudantes do ensino primário

André Amaro | Lubango

A distribuição da merenda escolar em alguns estabelecimentos de ensino primário, na província da Huíla, contribui para o aumento de alunos nas escolas e para a presença regular destes nas salas de aula, além de reforçar o aproveitamento escolar.

O projecto vai contemplar todos os municípios da província da Huíla para aumentar os níveis de aproveitamento escolar
Fotografia: Jornal de Angola

A distribuição da merenda escolar em alguns estabelecimentos de ensino primário, na província da Huíla, contribui para o aumento de alunos nas escolas e para a presença regular destes nas salas de aula, além de reforçar o aproveitamento escolar.
A avaliação é feita pelo director provincial da Educação nesta província, Américo Chicote, que falava a propósito da afluência às escolas e dos mais elevados níveis de aprendizagem dos alunos, graças à merenda gratuita nas escolares.
O kit de merenda é composto por sandes, iogurte, leite fresco, queijo, fiambre, frutas e sumos, elementos nutritivos que além de resolverem a fome das crianças também contribuem para uma maior capacidade de aprendizagem. “Muitos pais e encarregados de educação não têm possibilidades de proporcionar aos seus educandos uma deita alimentar adequada e que lhes permita ter uma boa capacidade de assimilação. O projecto existe para cobrir essa lacuna”, disse.
O programa do Ministério da Educação conta com a colaboração dos parceiros sociais, sobretudo no processo de distribuição dos bens alimentares nas localidades com maior carência, como é o caso da Huíla. Aqui o programa teve o seu início em 2008, e beneficiou, numa primeira fase, mais de sete mil crianças da Matala, Quipungo, Chicomba, Cuvango e Chicomba. Este ano lectivo a perspectiva é abranger 13 mil alunos de seis municípios. “O projecto vai, paulatinamente, contemplar todos os municípios da província” disse Américo Chicote que aproveitou para pedir aos pais e encarregados de educação que colaborem, incentivando as suas crianças a frequentar as aulas.

Tempo

Multimédia