Províncias

Programas melhoram qualidade de vida na região

Isidoro Samutula | Cuango

Vários projectos nos sectores da Agricultura, Saúde, Águas e Diamantes são desenvolvidos nos municípios de Capenda Camulemba e Cuango, na região sul da província da Lunda Norte,

Ernesto Muangala ficou impressionado com o nível do trabalho desenvolvido na região com uso de instrumentos agrícolas rudimentares
Fotografia: Benjamim Cândido | Ndundo

no quadro do programa do Executivo para a redução da pobreza, melhoria da segurança alimentar da população e  criação de novos postos de trabalho para os jovens. Para acelerar o ritmo da implementação destes projectos, o governador provincial, Ernesto Muangala, trabalhou com a sua equipa técnica e assessores nos municípios de Capenda Camulemba e Cuango, onde encorajou os camponeses a  dedicarem-se à agricultura familiar, por constituir um meio importante de promoção da actividade agrícola na região, sobretudo num momento em que o país enfrenta a crise económica e financeira.
O governador provincial afirmou a necessidade da contribuição dos cidadãos na criação de iniciativas que possam garantir a segurança alimentar da população.
Nas cooperativas agrícolas Titino, no município de Capenda Camulemba, e Arrimo, no Cuango, Ernesto Muangala mostrou-se impressionado com o nível do trabalho   desenvolvido com uso de instrumentos agrícolas rudimentares, o que, referiu, de alguma forma permite, nos próximos tempos, reduzir nos mercados locais a carência de hortícolas e aumentar a produção de fuba de bombó, principal produto de consumo na região.
Tais iniciativas, disse Ernesto Muangala, são merecedoras do apoio das instituições administrativas, por responder ao apelo do Executivo sobre a necessidade de se diversificar a economia, sobretudo na região sul da província da Lunda Norte, onde a exploração de diamantes é ainda considerada uma actividade laboral principal. O governador provincial entregou instrumentos de trabalho, sementes e fertilizantes e prometeu mais apoios  para aumentar os níveis de produtividade e para  as cooperativas poderem evoluir para uma agricultura mecanizada e contribuir no processo de combate à fome e à pobreza na região.
Ernesto Muangala destacou a importância da agricultura no âmbito da criação de postos de trabalho nas zonas rurais e da necessidade de o Estado assegurar apoios necessários para garantir os mecanismos de escoamento dos produtos do campo para os mercados urbanos.
Ernesto Muangala apontou, igualmente, a  necessidade de  reabilitar as vias secundárias e terciárias, como parte das principais revindicações dos agricultores da região.  O governador provincial da Lunda Norte ouviu atentamente as preocupações manifestadas pelos agricultores e considerou-as justas e disse que sem a recuperação das estradas, muitos produtos produzidos localmente, como o tomate, pimenta, banana, repolho, couve, batata-doce e a mandioca, acabam por se deteriorar, com enormes prejuízos para os agricultores.

Saúde e águas


Nos municípios de Capenda Camulemba e Cuango são construídos dois hospitais municipais com capacidade para mais de 100 camas, no âmbito do melhoramento e expansão da rede sanitária da província, de forma a garantir a qualidade dos serviços de assistência médica e medicamentosa à população.
O governador provincial recebeu explicações técnicas das empresas de construção civil e a garantia de que são  respeitados os prazos contratuais.
A serem concluídos até Outubro deste ano, os hospitais municipais  contam com serviços médicos personalizados, que permitem que a população deixe de recorrer às cidades de Malange e Saurimo em busca de assistência sanitária.
Cerca de quatro mil habitantes do bairro Quitumba Cambala, no município de Capenda Camulemba, beneficiaram de um sistema de produção, tratamento e distribuição de água potável, com capacidade para produzir 390 metros cúbicos de água. O sistema dispõe de cinco chafarizes públicos e uma rede destinada à escola primária e ao posto de saúde do bairro.
Ernesto Muangala, que inaugurou o empreendimento, prometeu alargar a iniciativa a outros bairros com maior densidade populacional e recomendou à população   que cuide bem dos investimentos que o Estado colocou à  disposição dos cidadãos.

Projectos semi-industriais

No município do Cuango foi este ano implementado o projecto-piloto de cooperativas semi-industriais de diamantes, no âmbito da liberalização de exploração da actividade diamantífera.  Ernesto Muangala foi ver os níveis de organização da cooperativa Maclupa, implantada na regedoria de Samuhombo, a 32 quilómetros da sede municipal do Cuango que, neste momento, se encontra a finalizar os trabalhos de prospecção.
A cooperativa emprega 60 trabalhadores, na sua maioria jovens da localidade de Cafunfo, e segundo a gestão do projecto, a continuidade do trabalho depende da evolução dos estudos geológicos que determinam os níveis de rentabilidade da mina.
O governador provincial encorajou o empreendedorismo na região e considerou que esta é a forma que o Governo encontrou para proporcionar trabalho às populações locais e evitar o assalto às áreas consideradas reservas do Estado, por parte de garimpeiros.
Durante a sua visita aos municípios de Capenda Camulemba e Cuango, Ernesto Muangala reuniu-se com as autoridades tradicionais da região e foram promovidas palestras sobre o registo eleitoral e a unidade nacional, como factor determinante para o desenvolvimento do país, agricultura familiar e a divulgação do código mineiro.

Tempo

Multimédia