Províncias

Projectos mudam a vida no Alto Zambeze

O administrador municipal do Alto Zambeze afirmou, no Cazombo, que o apetrechamento do hospital municipal com material de ponta e a construção de várias outras infra-estruturas sociais são alguns dos reflexos da paz conquistada há 11 anos.

Expansão dos serviços da Saúde e admissaõ de quadros estão a permitir diminuir o índice de mortalidade em comunas e aldeias do município
Fotografia: Jornal de Angola

José Cassessa referiu que a paz permitiu a expansão dos serviços da Saúde e de Educação em todas as comunas do município.
Apenas no ano passado, declarou, foram construídas na comuna de Lovua uma escola com quatro salas de aulas, um posto médico e uma casa para quadros e no Cazombo três estabelecimentos de ensino primário, um com 24 salas e os outros, com 14.
A Administração Municipal, por determinação do Governo Provincial, disse, vai continuar a apostar na melhoria das condições de vida da população e oferecer cada vez mais serviços de qualidade.
O município, salientou, precisa de estruturas do ensino médio para evitar que os alunos que terminem o I Ciclo tenham de continuar os estudos a sede da província.
Alto Zambeze tem 23 escolas de carácter definitivo, 34 provisórias e 309 professores para o ensino primário e I ciclo.
A construção de mais salas de aulas, disse, é dos maiores desafios da Administração Municipal para o período que se estende até 2017. Dos 21.116 alunos do município, 4.268 recebem merenda escolar. O mau estado das vias de acesso a algumas localidades impediu que o programa abranja todas as escolas.

Situação sanitária

A nível da saúde referiu que o hospital municipal do Alto Zambeze passou a ter aparelho de Raio X e, entre outros serviços de que não dispunha anteriormente, de bloco operatório. A rede sanitária do município é assegurada por três médicos e 64 enfermeiros.
O abastecimento de medicamentos decorre com normalidade. O administrador José Cassessa elogiou o Programa Municipal Integrado de Luta Contra a  Pobreza, que “é um compromisso que tem de ser honrado para minimizar algumas dificuldades da população.”
Quanto às vias rodoviárias, confirmou estar em curso a reabilitação do troço Cazombo/Lumbala Caquengue, cujas bermas vão ser ampliadas, bem melhorado os níveis de passagem das águas e instaladas cinco pontes de betão.

Tempo

Multimédia