Províncias

Província do Uíge forma enfermeiros

Nicodemos Paulo | Uíge

Mais 196 enfermeiros acabaram, na sexta-feira, o curso no Instituto Médio de Saúde do Uíje (IMS-Uíje).
 Na cerimónia de encerramento do ano académico 2009, Mateus Lopes, director do IMS local, sublinhou que, com a entrada destes profissionais no mercado do emprego, o sector da Saúde vai poder atenuar a insuficiência de enfermeiros nos hospitais, nos centros e postos de saúde da província. 

O sector da Saúde foi reforçado com mais 196 técnicos
Fotografia: Filipe Botelho

Mais 196 enfermeiros acabaram, na sexta-feira, o curso no Instituto Médio de Saúde do Uíje (IMS-Uíje).
 Na cerimónia de encerramento do ano académico 2009, Mateus Lopes, director do IMS local, sublinhou que, com a entrada destes profissionais no mercado do emprego, o sector da Saúde vai poder atenuar a insuficiência de enfermeiros nos hospitais, nos centros e postos de saúde da província. 
 “Os novos enfermeiros vão ajudar na redução das dificuldades vividas nas unidades hospitalares dos municípios e das comunas”, disse, pedindo aos recém formados responsabilidade e dedicação, uma vez que o serviço que vão prestar tem como objecto de trabalho a pessoa humana.
 Nazário Vilhena Bomba, vice-governador provincial do Uíge para Organização e Serviços Técnicos, que presidiu ao acto de encerramento, que decorreu na sala de conferências do centro de formação profissional São João Calábria, valorizou os esforços da direcção da escola e a entrega e força de vontade de aprender dos novos enfermeiros.
O vice-governador pediu aos novos técnicos de saúde que no exercício das funções tenham uma boa conduta e apliquem o princípio da ética e deontologia profissional e não sejam egoístas, querendo trabalhar apenas nos centros urbanos.
 “A nossa província está localizada numa região afectada por grandes endemias, onde somente o trabalho árduo e profissional dos profissionais de saúde pode garantir uma perfeita assistência e segurança sanitária”, disse.
O governante pediu, também, que cada elemento da população seja um agente promotor de saúde, incentivando os princípios de higiene corporal e doméstico, como o uso de latrinas e a lavagem das mãos, antes e depois das refeições, para se construir uma sociedade saudável.
 Os novos enfermeiros já receberam os certificados de fim de curso e a garantia do director provincial da Saúde, Bengi Moco Henriques, que, mediante concurso, devem ser admitidos, ainda este ano, na função pública.
 
Técnicos de laboratório

 
Este ano lectivo, o Instituto Médio de Saúde do Uíge vai formar técnicos especializados em Laboratório, tendo já sido criada uma sala com capacidade para mais de 20 alunos, equipada com microscópios electrónicos e outros equipamentos técnicos de última geração.
 A nova dependência do IMS-Uíje foi inaugurada pelo vice-governador para Organização e Serviços Técnicos, Nazário Vilhena Bomba.

Tempo

Multimédia