Províncias

Pulverizadas milhares de casas na cidade do Lubango e Chibia

Pelo menos 57.033 habitações, dos municípios do Lubango e Chibia, foram, durante os meses de Outubro e Novembro, pulverizadas com insecticidas, pela Direcção Provincial da Saúde, no âmbito da quarta fase da campanha de combate à malária.

Pelo menos 57.033 habitações, dos municípios do Lubango e Chibia, foram, durante os meses de Outubro e Novembro, pulverizadas com insecticidas, pela Direcção Provincial da Saúde, no âmbito da quarta fase da campanha de combate à malária. A informação foi dada à Angop pelo supervisor provincial de combate à malária da Direcção da Saúde Pública e Controlo de Endemias, Martinho Samandjinga. O técnico revelou que 53.363 habitações são da cidade do Lubango e 3.670 da Chibia, das 60 mil inicialmente previstas.
 O responsável da Direcção da Saúde Pública e Controlo de Endemias disse que a campanha decorreu sem sobressaltos, tendo sido alcançados 95 por cento dos objectivos traçados. O supervisor da campanha lamentou o facto de alguns proprietários de casas na Chibia terem recusado a pulverização. Para o sucesso da campanha, notou, foram gastos 34.347 sacos de insecticida, utilizados pelos 122 técnicos que participaram na actividade, que terminou sábado passado.  Martinho Samandjinga louvou a atitude da maior parte da população que soube receber e aceitar a pulverização nas suas habitações.  Financiada pelo Governo dos Estados Unidos da América, a campanha, que começou em 2005, permitiu pulverizar mais de 200 mil habitações nos municípios do Lubango, Chibia e Humpata. A Direcção da Saúde Pública registou, nos últimos nove meses, 352.826 casos de malária, que resultaram em 909 óbitos.

Tempo

Multimédia