Províncias

Reabilitação de vias abre novos horizontes

Walter Gomes | Bembe

Os trabalhos de terraplanagem no troço que liga o antigo sector do Tóto à comuna de Quimaria, no município do Bembe, iniciados em Março, caminham para a recta final.

Reabilitação dos principais troços rodoviários visa facilitar a livre circulação e o escoamento de produtos do campo para a cidade
Fotografia: Jornal de Angola

Os trabalhos de terraplanagem no troço que liga o antigo sector do Tóto à comuna de Quimaria, no município do Bembe, iniciados em Março, caminham para a recta final.
As obras já realizadas permitiram encurtar significativamente o tempo de viagem entre a comuna de Quirima e a sede do Bembe, numa distância de 69 quilómetros, sendo já visível o aumento da circulação automóvel.
De Tóto à comuna de Quimaria são 41 quilómetros, que antes eram percorridos por camiões em dois dias, num percurso cheio de buracos, charcos, lama e ravinas. Com as obras já realizadas, o trajecto é feito em menos de uma hora.
O regedor da localidade de Quizele disse, ao Jornal de Angola, estar satisfeito com a qualidade dos trabalhos de terraplanagem, que “decorrem de forma acelerada no troço Quimaria/Bembe”.
Pedro Manso salientou a grande movimentação de pessoas não residentes no município, que visitam mais vezes Quimaria.
“Há muitos anos que os nossos filhos residentes noutros pontos da província e do país não conseguiam chegar até aqui, mas hoje, com a reabilitação da via, visitam-nos muitas vezes e planificam várias acções que podem ajudar a desenvolver a região”, referiu. />Antigamente, recordou o regedor, a viagem do Bembe à comuna de Quimaria só era possível em camião e, mesmo assim, durava entre dois a três dias.
“Agora, a situação é completamente diferente, a viagem faz-se, no máximo, em duas horas, o que vai permitir que a localidade atinja rapidamente os níveis de desenvolvimento que se pretende”, disse.
O administrador da localidade de Quinzala, Domingos Quiabala, afirmou que o melhoramento da estrada vai incentivar agricultores, comerciantes e outras pessoas empreendedoras a investirem na comuna. A estrada, que também dá acesso à província do Bengo, permite a comercialização dos produtos cultivados na região, como a banana, feijão, ginguba, milho, laranja, tangerina, mandioca e hortícolas diversas.
O administrador da comuna do Quirima congratulou-se por faltarem apenas 16 quilómetros para a conclusão dos trabalhos de terraplanagem da estrada.  A terraplanagem da estrada Totó/Quimaria, trabalho enquadrado no Programa Integrado Municipal de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza, incentiva os habitantes a aumentarem a produção de alimentos, “uma vez que, com a estrada melhorada, o escoamento de bens, também, é maior”, disse o administrador.

Tempo

Multimédia