Províncias

Reduzem os casos em Quiculungo

Treze casos de violência doméstica foram registados no primeiro semestre de 2015, no município de Quiculungo, província do Cuanza Norte, menos quatro que em igual período do ano anterior, revelou ontem a chefe de secção local da Família e Promoção da Mulher.

Anersa Curiqueca Campos disse que, durante o período em análise, foram notificados nove casos de chantagem, três de incumprimento de mesada e um de abandono do lar, referindo que os casos de violência doméstica tendem a reduzir graças às campanhas de sensibilização e à divulgação da lei n.º 25/11, de 14 de Julho, sobre a Violência Doméstica.
A secção da Família e Promoção da Mulher ,em colaboração com as igrejas, partidos políticos e autoridades tradicionais tem desenvolvido campanhas para combater o mal que   cria desunião entre as famílias.
A chefe da secção da Família e Promoção da Mulher apelou à população para denunciar os autores de violência doméstica no seio da sociedade, de modo a serem conduzidos aos órgãos competentes e salientou que os casos mais complicados são transferidos para a direcção provincial de tutela.

Campanha de limpeza

Um grupo de jovens ligados à organização juvenil Kamba dia Mwenho promoveu no domingo, na sede municipal do Quiculungo, uma campanha de limpeza e recolha de resíduos sólidos, visando a melhoria da imagem da  vila.
 O responsável do grupo disse que a iniciativa visou auxiliar a administração municipal no combate ao lixo, e sensibilizar os munícipes do perigo que o lixo representa para a saúde humana. A organização juvenil foi fundada há um ano e  destaca-se por iniciativas sociais e perspectiva ainda a realização de palestras sobre a delinquência juvenil.

Tempo

Multimédia