Províncias

Reforçada a campanha contra a febre-amarela

Adriano Sapalo | Malanje

Mais de 600 mil habitantes do município de Cacuso, na província de Malanje, são, desde sexta-feira  até dia 18, vacinados contra a febre amarela, com vista a imobilizar a propagação da doença.

Milhares de pessoas vão ser vacinadas
Fotografia: Adriano Sapalo

O vice-governador provincial de Malanje para o Sector Técnico, Gabriel Pontes, garantiu, na abertura da campanha de vacinação, a disponibilização de cem mil doses de vacina e que foram recrutados 129 indivíduos, entre supervisores, vacinadores e mobilizadores.      
Gabriel Pontes disse que a campanha, nesta localidade, surge em resposta à situação epidemiológica de febre amarela que afecta o país, em particular Malanje, daí ter solicitado à população de Cacuso para aderir à campanha com vista a erradicar a doença, que já provocou três óbitos na província.
O director provincial da Saúde, Pedro José António, lembrou que os primeiros sinais de febre amarela começaram a se registar em 2015, tendo afectado várias pessoas a nível do país, estando, agora, a resultar em vários óbitos.
Pedro José António disse que o Governo Provincial de Malanje, através da Direcção Provincial da Saúde, abraçou as medidas preventivas para evitar que haja mais mortes e pessoas afectadas pela febre amarela.Para se evitar a propagação da doença, o responsável sustentou a ideia da realização de acções de formação no seio dos técnicos de saúde, a nível das unidades sanitárias da província, para facilitar o diagnóstico e detectar casos suspeitos da epidemia.
A Direcção Provincial da Saúde registou, até à primeira quinzena do mês de Junho último, 21 casos suspeitos da doença, seis dos quais confirmados pelas autoridades, tendo  resultado em três óbitos. Cacuso, Malanje, Cahombo e Quela são os municípios mais afectados pela epidemia. O director provincial da Saúde assegurou estarem criadas as condições para que a província de Malanje possa vacinar toda a população, com particular realce para os municípios de Malanje e de Cacuso.
O administrador municipal de Cacuso, Caetano Tintas, congratulou-se com a iniciativa das autoridades sanitárias e lamentou as mortes causadas pela febre amarela que podem ser evitadas, com a implementação de campanhas de vacinação para, de uma vez por todas, se erradicar a epidemia. Caetano Tintas destacou a realização de encontros comunitários, que serviram para  sensibilizar a população sobre a importância do saneamento do meio, no âmbito da saúde preventiva.

Tempo

Multimédia