Províncias

Reforçadas intervenções nas áreas socioeconómicas

O Governo Provincial do Namibe continua a apostar no reforço de acções socioeconómicas, com destaque para a construção de escolas, unidades de saúde e de sistemas de água, com vista a melhorar a vida da população local, disse no domingo, em Moçâmedes, o governador provincial.

Níveis de fornecimento de energia eléctrica à população dos vários bairros periféricos da cidade de Moçâmedes pode aumentar
Fotografia: Daniel Benjamim | Edições Novembro

Rui Falcão afirmou que actualmente os bons resultados nos sectores de Educação, Água e Saúde já se repercutem  na população, e apontou a necessidade de novas construções nessas áreas.
O responsável falava durante a cerimónia  de encerramento do sétimo Conselho Regional da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal, realizado na cidade do Moçâmedes, entre os dias 25 e 28 deste mês.
Rui Falcão acrescentou que o Governo tem construído novas escolas de vários subsistemas de ensino, novos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água, construiu uma nova rede de canalização, num extensão de 142 quilómetros contra os 12 anteriores, e substituiu  cabos eléctricos.
No sector eléctrico,  Rui Falcão disse que a província conta, nos próximos dias, com duas novas turbinas, o que pode “aumentar os níveis de fornecimento de energia às população dos vários bairros periféricos da cidade”.
O governador provincial referiu que, em três anos, foi revitalizado o sector da Educação e o Namibe “serve de modelo” às outras províncias na área educativa. Rui Falcão garantiu que as autoridades estão abertas a todos sectores da sociedade, para solucionar os problemas, no âmbito da governação participativa, ao referir que todos os programas de trabalho são criados com base na auscultação da população nos centros urbanos, periurbanos e rural.
“Nós saímos das nossas casas para irmos aos bairros falar com as pessoas, saber quais sãos as dificuldades e podermos encontrar com elas as soluções", disse o governador provincial, que pediu a colaboração da igreja e de toda sociedade civil para colaborar com o Governo. O governante reconheceu que a formação do homem “deve ser feita pelas igrejas”, pois o Governo aparece como um gestor dos bens públicos. Mais de mil fiéis da Igreja Adventista do Sétimo Dia, no Namibe, receberam explicações do governador provincial   sobre os projectos em curso, nos vários sectores da vida económica e social local. A explicação de Rui Falcão foi feita durante do conselho de reavivamento espiritual da  igreja. Na ocasião, o governador provincial disse que o Governo   trabalha na melhoria das condições de vida das famílias, especialmente aquelas que vivem no interior da província. “Está em curso o projecto de requalificação da melhoria do sistema de abastecimento de água,  com 40 mil ligações domiciliares em vários bairros periféricos da cidade de Moçâmedes, num percurso de 142 quilómetros.”
Rui Falcão garantiu que são feitas, nos próximos dias, intervenções nos sectores de energia eléctrica, com mais ligações residenciais.
No sector económico, o governador provincial informou  os fiéis que várias empresas ligadas ao sector das Pescas e de rochas ornamentais surgem, nos próximos dias, e  vão empregar mais jovens.
“No Tômbwa, já foram abertas várias unidades de pescas, prevendo-se o município possa contar com outras fábricas, que devem precisar de mão-de-obra a ser recrutada em outras localidades, também”, disse Rui Falcão, que ressaltou que “o fundamental é promover o emprego e melhorar a qualidade de vida das pessoas e, para isso, o Estado conta com o apoio das igrejas” .
Além das igrejas Adventista do Sétimo Dia e Pentecostal, encontros do género já foram realizados pelo governador provincial em outras denominações religiosas, com destaque para a Católica, Universal e Bom Deus.

Tempo

Multimédia