Províncias

Registo Civil chega ao município do Lôvua

Armando Sapalo | Lôvua

A abertura, segunda-feira, do Posto Fixo de Registo Civil e Identificação, na sede municipal do Lôvua, acabou com o sacrifício dos habitantes locais que tinham de percorrer 75 quilómetros até à cidade do Dundo, capital da Lunda-Norte, para tratar documentos pessoais.

Fotografia: DR

O posto, que está dotado para a recolha de dados biométricos de 200 pessoas por dia, comporta serviços para a emissão de registo de nascimento e Bilhete de Identidade.

“As condições estão criadas para o cidadão receber o documento que requereu depois de 15 dias”, informou a delegada provincial da Justiça, Inocência Costa, assegurando que o sector que dirige tem material suficiente para a emissão de documentos pessoais.

O sector da Justiça conta com duas brigadas móveis, que periodicamente deslocam-se a localidades recônditas da província para a emissão de Bilhete de Identidade e assento de nascimento. “Neste momento, uma das brigadas móveis está a trabalhar no município do Xá-Muteba”, disse a responsável.

Tempo

Multimédia