Províncias

Restabelecido abastecimento de água a Mbanza Kongo

O abastecimento de água a cidade de Mbanza Kongo, sede capital da província do Zaire, foi restabelecido hoje, depois de duas semanas de interrupção, ocasionada por uma avaria no dispositivo eléctrico do motor que bombeia a água a partir do Rio Lueji, para os ramais domiciliários.

 

Restabelecida a água potável em Mbanza Congo
Fotografia: DR

O coordenador adjunto da Empresa de Água e Saneamento no Zaire, Unsongi Mvovi, que anunciou o facto ao Jornal de Angola disse que a avaria foi solucionada dentro dos prazos previstos. " Substituímos em tempo oportuno os equipamentos avariados por novos e restabelecemos o funcionamento do sistema de fornecimento de água a sede do município de Mbanza Kongo.
Estão em curso obras na Estação de Captação de Água local, que visam a construção de um novo reservatório de água para armazenar três mil metros cúbicos por hora.
Segundo Unsongi Mvovi, o actual sistema de abastecimento de água em Mbanza Kongo tem capacidade apenas de 60 metros cúbicos e possui um reservatório semi-apoiado por um outro já antigo, de 300 metros cúbicos. O sistema congrega ainda dois outros reservatórios elevados, sendo um de 150 metros cúbicos e outro de 500 que asseguram o abastecimento à cidade.
O responsável fez saber que estão a decorrer trabalhos de instalação de 11 mil ligações domiciliares, 722 chafariz em toda a extensão territorial do Zaire, para garantir o abastecimento a mais de 200 mil habitantes. Este projecto contempla ainda a abertura de 12 mil 837 torneiras em todas regedorias e bairros da cidade .
Unsongi Mvovi assegurou que as obras de reabilitação e ampliação da Estação de Captação e Tratamento de Água "decorrem a bom ritmo".
A cidade de Mbanza Kongo tem 180 mil e 327 habitantes, distribuídos em cinco bairros, nomeadamente, Sagrada Esperança, Álvaro Buta, Martins Kidito, 4 de Fevereiro e 11 de Novembro.
Kayila Silvina | Mbanza Kongo

 

 

Tempo

Multimédia