Províncias

Saúde no Zaire notificados mais de 800 novos casos de tuberculose

Kayila Silvina | Mbanza Kongo

Um total de 820 novos casos de tuberculose, 36 dos quais associados ao vírus de VIH/Sida, foi notificado de Janeiro a Agosto deste ano, pelas autoridades sanitárias da província do Zaire, segundo o vice-governador para o sector Político e Social.

Fotografia: Edições Novembro

António Félix Kialungila, que discursava durante uma acção formativa de técnicos do Hospital Sanatório do Zaire, revelou que 35 pacientes com tuberculose já foram tratados. O vice-governador do Zaire mostrou-se preocupado com a chegada tardia de alguns pacientes ao hospital, muitos dos quais já em estado avançado da doença, que afecta, maioritariamente, jovens de 20 a 35 anos. O responsável fez saber que alguns pacientes interrompem o tratamento e voltam a consumir bebidas alcoólicas, provocando resistência da bactéria denominada bacilo de Cook, causadora da doença. António Félix Kialungila apontou o uso excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas, como a liamba, bem como a má alimentação, como factores que concorrem para o aumento da tuberculose na região. No Hospital Central do Zaire, estão internados pacientes que inspiram maiores cuidados e os restantes recebem tratamento em regime ambulatório. O governante garantiu haver fármacos suficientes, frisando que os casos mais complicados são transferidos para o Hospital Provincial do Zaire, em Mbanza Kongo.
O vice-governador aconselhou as pessoas com tosse, que dura mais de duas semanas, no sentido de procurarem a unidade sanitária mais próxima.

Tempo

Multimédia