Províncias

Saúde melhora no Negage e Bungo

Joaquim Júnior | Uíge

O director municipal da Saúde do Negage, Júlio Tuyango, disse que a implantação dos Serviços Municipalizados de Saúde contribuiu para a melhoria da assistência médica e medicamentosa nas comunidades.

Serviços sanitários no Negage têm funcionado em pleno no atendimento aos pacientes dando resposta a vários casos que se registam
Fotografia: Filipe Botelho

Júlio Tuyango admitiu que o programa do Executivo tem permitido a  realização de consultas médicas na periferia e de campanhas regulares de vacinação nas comunidades. O objectivo, referiu, é melhorar os serviços de atendimento e imunizar o maior número de crianças.
O município do Negage  25 unidades sanitárias, entre postos e centros de saúde, que prestam serviços às comunidades. Os serviços sanitários são assegurados por 238 enfermeiros e oito médicos. As unidades de saúde atendem os doentes da cidade do Negage e os provenientes dos municípios do Songo, Puri, Bungo, Sanza Pombo e Cangola, além de alguns pacientes do município de Camabatela, na província do Cuanza Norte.
O director municipal da Saúde do Negage  sublinhou que a implantação do Programa de Saúde Preventiva e Pública permitiu reduzir os casos de paludismo e a mortalidade materno-infantil. 
Prova disso, referiu, é que nos meses de Janeiro e Fevereiro deste ano, o município registou apenas três mortes, em 148 casos de malária, situação que demonstra o empenho das autoridades sanitárias.“Os nossos serviços funcionam de acordo com as políticas nacionais de saúde. Temos realizado consultas na periferia, vacinação de rotina e saúde preventiva que estão a ajudar a desenvolver o sector”, disse.
Apesar das dificuldades financeiras, Júlio Tuyango garantiu que está assegurado o funcionamento dos equipamentos de saúde instalados no município e disse que a redução das verbas é um problema que não é apenas do município do Negage mas de todos. Júlio Tuyango disse que está a trabalhar no sentido de manter o stock de medicamentos e o material de uso corrente, que felizmente até ao momento a situação está controlada.

Oftalmologia no Bungo

Os serviços de oftalmologia do hospital do Bungo atendem mais de 70 pacientes por dia.
 O director da maior unidade sanitária do município, Bunga Mário, afirmou que no ano passado, mais de 400 doentes que apresentavam problemas de catarata e glaucoma foram operados com sucesso naquela unidade de saúde. O funcionamento do Hospital Municipal do Bungo é regular. Oferece serviços integrados de consultas externas, oftalmologia, banco de urgência, maternidade, pediatria, cirurgia, laboratório e outros serviços de apoio.
O município do Bungo possui 20 unidades sanitárias, entre centros, postos de saúde e um hospital municipal. O funcionamento é assegurado por 41 enfermeiros e quatro médicos.

Tempo

Multimédia