Províncias

Saúde no Moxico regista melhorias

Augusto Baptista | Luena

A execução e a expansão dos serviços de Saúde no Moxico melhorou consideravelmente desde a Independência Nacional, com a construção de hospitais, centros e postos médicos, o que permitiu prestar uma assistência sanitária mais humanizada às populações,

disse ontem ao Jornal de Angola no Luena, o director provincial do sector.    
Higildo Jamba esclareceu que, antes da proclamação da Independência, a província tinha poucas unidade sanitária, mas actualmente conta com 140 entre hospitais, centros e postos médicos. 
Além dos hospitais,  Higildo Jamba disse que houve igualmente um aumento de técnicos de saúde, sendo 70 médicos, entre nacionais e estrangeiros, e  mais de mil enfermeiros. O director da Saúde esclareceu que com a construção de infra-estruturas hospitalares e aumento de recursos humanos qualificados houve grandes melhorias na assistência médica e medicamentosa às populações.
A expansão da rede sanitária, através do Programa Municipalizado da Saúde, contribuiu para a proximidade dos serviços junto das populações que, no passado, eram obrigados a percorrer longas distâncias à procura de assistência.
Higildo Jamba sublinhou que a execução de projectos no sector da saúde, após a Independência Nacional, possibilitou o alargamento dos equipamentos sanitário e melhorou o acesso aos serviços de Saúde em todos os municípios.

Tempo

Multimédia