Províncias

Saúde precisa de melhores serviços

Manuel Foutoura | Ndalatando

A humanização dos serviços para se obter uma melhor qualidade no atendimento às comunidades foi defendida, ontem, em Ndalatando, pelo director provincial da Saúde do Cuanza Norte.

Reconhecidos os avanços científicos e tecnológicos alcançados pelos serviços de Saúde que permitiram diminuir o índice de mortalidade
Fotografia: Domingos Cadência

Manuel Varela, que falava na abertura da semana da humanização dos serviços de Saúde, sob o lema “Um Acto de Cidadania e Dignidade no Cuidar”, admitiu que o sistema de Saúde está ligado à qualidade do relacionamento humano entre o profissional e o paciente no processo de atendimento hospitalar. 
Manuel Varela  referiu que foi criado um programa de acção junto dos cidadãos e dos profissionais de saúde para incentivar o desenvolvimento de uma nova cultura centrada no respeito e valorização da vida humana. “O programa assenta em princípios como ética, a transparência, a disponibilidade, a imparcialidade, a qualidade e a garantia de resposta e procura o estabelecimento de vínculos solidários entre todos os intervenientes, e a co-responsabilização de utentes e profissionais na prestação de um serviço de qualidade”.
O director provincial da Saúde do Cuanza Norte considerou a humanização um eixo norteador de uma prática corrente em todas as unidades de saúde e que contribua para a melhoria e manutenção dos cuidados a prestar. Paralelamente a isso, acrescentou, a humanização também desenvolve uma dinâmica de maior satisfação, bem-estar pessoal e profissional.“A  humanização dos serviços de saúde implica a valorização de todos os intervenientes na prestação de cuidados médicos, desde o utente e seus familiares, aos trabalhadores, directores e responsáveis pela gestão dos serviços sanitários”, disse Manuel Varela.
O director provincial da Saúde reconheceu os avanços científicos e tecnológicos alcançados pelos serviços de Saúde, o que permitiu diminuir o índice de mortalidade, tratar e prevenir mais doenças.Dos grandes avanços científico e tecnológico, Manuel Varela apontou, como exemplo os modernos aparelhos de diagnóstico, as técnicas cirúrgicas cada vez mais avançadas, a multiplicidade de medicamentos e o desenvolvimento das acções de medicina preventiva. A semana da humanização dos serviços de saúde no Cuanza Norte, que encerra na sexta-feira, inclui palestras relacionadas com os desafios da Saúde no contexto de um mundo em mudança, a humanização como direito do paciente.

Tempo

Multimédia