Províncias

Sistema de ensino está a ser reforçado com salas de aulas

Justino Victorino | Bailundo

Um total  de três mil alunos do Bailundo vão estudar a partir do próximo ano lectivo em três novas escolas do primeiro ciclo do ensino primário, anunciou ontem a administradora local adjunta da  circunscrição.

Fotografia: JAIMAGEM

Dolina Nassocópia Miguel disse que as referidas instituições escolares, a serem inauguradas dentro de dias, contam com sete, 12 e 20 salas de aulas.
Ao falar no final da reunião da Unidade Técnica Provincial para o Combate à Pobreza (UTPCP), a administradora adjunta afirmou que as novas escolas comportam ainda bibliotecas, laboratórios de informática, salas de professores e secretarias.
Os novos estabelecimentos escolares dispõem ainda de gabinetes para os directores, áreas administrativas, completamente equipados com meios modernos, além de casas de banhos, parques de estacionamento e campos desportivos.
A administradora adjunta do Bailundo realçou que com a construção de novos estabelecimentos de ensino, o Governo Provincial pretende inserir mais crianças no sistema normal de ensino e melhorar a qualidade de ensino. Dolina Miguel reconheceu que as instituições de ensino ainda são escassas para responder as necessidades da população, mas garantiu que esforços continuam a ser envidados com vista a construção de mais salas e garantir a ampliação da rede escolar.
A  Administração Municipal do Bailundo está fortemente apostada na promoção da formação da população, mas não descura outras áreas, dai a construção de centros de saúde e de pequenos pontos de água, para aumentar e melhorar a oferta dos serviços básico, concluiu Dolina Miguel.

Tempo

Multimédia