Províncias

SME quer mais efectivos para melhorar o controlo

O Serviço de Migração Estrangeiro (SME) na província do Cuando Cubango pretende recrutar, este ano, pelo menos 233 novos efectivos para melhorar o controlo migratório nos nove municípios.

Imagens da cidade de Menongue
Fotografia: DR

Em declarações ao Jornal de Angola, o chefe de gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do SME, terceiro sub-chefe de migração Teodoro Sambinga, disse que os 247 efectivos existentes são insuficientes para fazer face, principalmente, ao controlo migratório dos cerca de 900 quilómetros terrestres e fluviais de fronteira com a Namíbia e a Zâmbia. Teodoro Sambinga explicou que o SME pretende elevar o número de efectivos de 247 para 480, no sentido de colocar em cada município um pelotão da corporação e abrir postos de atendimento ao público nas sedes municipais do Dirico e Nancova.

 

 

Tempo

Multimédia