Províncias

Tchicala Tcholohanga precisa de água potável

O administrador do município da Tchicala Tcholohanga, a 42 quilómetros a Leste da cidade do Huambo, José Manuel dos Santos, disse ontem que a circunscrição precisa de três sistemas de captação e tratamento de água para as localidades de Kangobe, Ulondo e Kasseque

Falta de sistema leva com que muitas pessoas acarretem água em fontenários
Fotografia: Domiano Fernandes

O administrador do município da Tchicala Tcholohanga, a 42 quilómetros a Leste da cidade do Huambo, José Manuel dos Santos, disse ontem que a circunscrição precisa de três sistemas de captação e tratamento de água para as localidades de Kangobe, Ulondo e Kasseque.
 Em declarações à Angop, o responsável referiu que ainda são necessários cerca de 150 fontanários nas quatro comunas que compõem a área, por forma a evitarem-se doenças causadas pelo consumo de água imprópria.
O administrador do município de Tchicala Tcholohanga assegurou que o governo da província do Huambo reabilitou os sistemas de distribuição de água das comunas de Mbave, Sambo e Samboto.
No quadro da execução do programa “Água para todos”, pelo menos 1.500 pessoas residentes no sector de Boas Águas, localizado no interior do município de Tchicala Tcholohanga, voltaram a consumir água potável.
Na província do Huambo, pelo menos 30 mil pessoas têm acesso à água potável, o que corresponde a 30 por cento das 100 mil a serem beneficiadas este ano em toda extensão da região.

Tempo

Multimédia