Províncias

Terreno preparado para casas

António Capitão | Mucaba

O Instituto Nacional de Desminagem entregou oficialmente, na quarta-feira, ao governo do Uíge, livre de engenhos explosivos, a reserva fundiária do Quipumba II, onde vão ser construídas 200 casas sociais.

O Instituto Nacional de Desminagem entregou oficialmente, na quarta-feira, ao governo do Uíge, livre de engenhos explosivos, a reserva fundiária do Quipumba II, onde vão ser construídas 200 casas sociais.
As 200 casas no Quipimba II, a cerca de dois quilómetros da sede municipal de Mucaba, fazem parte do programa do Executivo angolano de construção, até 2012, de um milhão de fogos habitacionais.
Dos 573.460 metros quadrados de terrenos pesquisados em 91.605 metros quadrados foram removidos engenhos explosivos e outros metais.
 O representante do Instituto Nacional de Desminagem disse, ao Jornal de Angola, que a operação durou sete meses e permitiu a remoção de uma mina anti-pessoal do tipo M35, 14 engenhos explosivos, entre os quais obuses de canhão PG-9, canhão de 75 mm, D-6,  morteiros de 60 mm, RPG-7, propulsores e munições de Castor e ZU. Mais de 16 mil objectos metálicos diversos também foram removidos do local.
 A administradora municipal adjunta de Mucaba, Adelina de Fátima, anunciou que o início da construção das casas sociais está previsto para o último trimestre deste ano.

Tempo

Multimédia