Províncias

Tômbwa pode ficar isolado do Namibe

A governadora do Namibe, Cândida Celeste, alertou ontem para o perigo de, nos próximos dias, o município do Tômbwa ficar isolado da capital da província, a cidade do Namibe, devido à submersão a que está a ser sujeita a ponte sobre o Rio Curoca.

A governadora do Namibe, Cândida Celeste, alertou ontem para o perigo de, nos próximos dias, o município do Tômbwa ficar isolado da capital da província, a cidade do Namibe, devido à submersão a que está a ser sujeita a ponte sobre o Rio Curoca. A governadora fez esse alerta no final de uma visita àquela ponte. Ela disse estar preocupada com a população camponesa, que corre o risco de ficar sem os seus produtos agrícolas.
Cândida Celeste explicou que a sua deslocação ao local visou inteirar-se do estado da ponte e encontrar soluções para a reparação das suas laterais, para evitar que as águas transbordem para os campos de cultivo e para as salineiras.
Informou que o governo central já tem conhecimento e há mais de dois anos está em análise a construção de uma ponte com cerca de 600 metros, cujo início depende da finalização do estudo. Para a governadora, o mais importante agora é desassorear de imediato o rio e criar diques de protecção da referida ponte.
Cândida Celeste garantiu à população que a ponte não será destruída, pois está segura de que as águas dificilmente a invadirão totalmente. Contudo, realçou a necessidade de se tomar medidas.

Tempo

Multimédia