Províncias

Trabalhos de desminagem condicionam electrificação

A desminagem de dez quilómetros da via Namacunde/Santa Clara, no Cunene, está a condicionar a instalação das 18 torres de suporte aos cabos que vão transportar energia da Namíbia para Ondjiva, disse ontem o director regional da Empresa Nacional de Electricidade (ENE), Silvestre Brás Olim.

A colocação dos postes de transporte de energia está parada porque a áerea tem minas
Fotografia: Eduardo Pedro

A desminagem de dez quilómetros da via Namacunde/Santa Clara, no Cunene, está a condicionar a instalação das 18 torres de suporte aos cabos que vão transportar energia da Namíbia para Ondjiva, disse ontem o director regional da Empresa Nacional de Electricidade (ENE), Silvestre Brás Olim.
Os trabalhos encontram-se paralisados e à espera da limpeza da área para que as obras tenham o seu curso normal, adiantou aquele responsável. O projecto teve início em Novembro de 2009 e é uma cooperação transfronteiriça entre Angola e a Namíbia, que vai permitir o transporte de 132 kilovolts de energia, da localidade de Onumu (Namíbia), passando por Santa Clara e a sede municipal de Namacunde. O projecto, explicou Brás Olim, vai retirar energia da Namíbia até à subestação eléctrica de Ondjiva, que se encarregará de transformar a energia de alta para média tensão.
O objectivo é elevar de quatro para dez megawatts a electricidade recebida actualmente e melhorar a qualidade do serviço fornecido. A ENE, que tem 6.500 clientes, está instalada nas localidades de Ondjiva, Namacunde, Santa Clara e Calueque, prevendo estender os seus serviços à comuna de Xangongo e Cahama.

Tempo

Multimédia