Províncias

Transportes públicos são reforçados no Bié

Mário de Carvalho | Cuito

Pelo menos 15 novos autocarros foram entregues, na semana finda, a três operadores privados de transportes públicos da província do Bié, informou hoje, a directora do Gabinete Provincial dos Transportes, Adélia Ndavoca.

Fotografia: DR

Os novos autocarros foram atribuídos pelo Executivo, através do Ministério dos Transportes, visando o reforço da frota de transportes colectivos urbanos de passageiros e a reestruturação do sistema de transportes das cidades. Para a operacionalização dos 15 autocarros, o Governo da Província do Bié realizou um concurso limitado, por convite, para o qual foram indicadas 27 empresas, que apresentaram as suas propostas e a comissão de avaliação apurou apenas três operadores, de acordo com a capacidade financeira comprovada, disse Adélia Ndavoca.
“A empresas Anil Transportes e Prestação de Serviços beneficiou de seis autocarros, a Macc e Filhos recebeu cinco e a Organizações Phillanas ficou com quatro.” As referidas empresas, precisou Adélia Ndavoca, começam a operar em seis rotas urbanas e três intermunicipais, obedecendo as paragens sinalizadas ao longo das rotas urbanas comuna do Cunje/Centralidade do Cuito, Cunje/centro administrativo do Cuquema, Aeroporto/Centralidade, Centralidade/Largo das Escolas, Bairro São José/Caluco e Aeroporto/Cunje, passando pelo Cemitério Monumento.
“Quanto às rotas intermunicipais, os autocarros fazem os percursos Cuito/Chinguar, Cuito/Chitembo e Cuito/Catabola.” A directora dos Transportes disse que as empresas apuradas para a operacionalização dos autocarros deverão cumprir com as normas constantes do contrato, no que se refere ao pagamento pontual das parcelas iniciais e das prestações mensais, licenciar os meios recebidos e garantir a sua circulação nas rotas indicadas.

Tempo

Multimédia