Províncias

Troços rodoviários em obras na Chilata

A estrada que liga a vila do Longonjo à comuna de Chilata, na província do Huambo, pode ser melhorada ainda este mês para facilitar a circulação de pessoas e bens, segundo o administrador municipal do Longonjo, João Sérgio Raúl,

Programa de reabilitação de estradas visa melhorar o escoamento dos produtos agrícolas
Fotografia: Adolfo Dumbo

em declarações sexta-feira, à Angop, no final de uma visita ao referido troço.
O administrador admitiu que a via, num total de 34 quilómetros, está degradada o que dificulta o escoamento dos produtos do campo, bem como a vida dos 27 mil habitantes da Chilata, maioritariamente camponeses.
João Sérgio Raúl acrescentou que, apesar da situação financeira, todos os esforços serão envidados para que o troço seja reparado, numa primeira fase, com a aplicação de terraplanagem.

Troço Cuima/Cussy

As obras de reabilitação do troço Caála (Huambo) e Cussy (Huíla) numa extensão de 65 quilómetros vão ser reiniciadas,segundo o administrador municipal da Caála, Victor Tchissingui.
Em declarações à Angop, o administrador explicou que os trabalhos vão consistir na reabilitação de três pontes sobre os rios Kusse, Luvulu e Quando, algumas pequenas passagens, valas de drenagem e outros serviços que contribuirão para um melhor tráfico rodoviário.
O administrador realçou que esforços estão a ser envidados pelo governo para que no mais breve tempo possível os trabalho comecem, pelo facto da via ser fundamental para as trocas comerciais e para a revitalização do progresso socioeconómico do Huambo e da Huíla.
“Sabemos que localmente existem operadores económicos com intenções de investir nas comunas da Catata e Cuima (Caála).  Aconselhamos estes investidores a manterem os seus programas activos, porque brevemente o troço Cuima/Cussy será reabilitado”, asseverou.
Por outro lado, os automobilistas e comerciantes do município da Caála afirmam que a estrada Cuima/Cussy  é necessária  para o fomento das trocas comerciais e para o aumento da produção nas  províncias do Huambo e da Huíla.

Tempo

Multimédia