Províncias

Tumor de grande dimensão retirado do ventre de mulher

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

 Um mioma de 14 quilos foi retirado a uma mulher de 38 anos, na passada terça-feira, durante uma cirurgia no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene. Georgina Ana, mãe de duas filhas, disse que esteve internada durante dois anos no Hospital Central do Lubango onde os resultados clínicos não determinaram qualquer doença.

Corpo clínico mostra o tumor após a realização da intervenção cirúrgica
Fotografia: Jornal de Angola

 Um mioma de 14 quilos foi retirado a uma mulher de 38 anos, na passada terça-feira, durante uma cirurgia no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene. Georgina Ana, mãe de duas filhas, disse que esteve internada durante dois anos no Hospital Central do Lubango onde os resultados clínicos não determinaram qualquer doença.
Inicialmente, supôs tratar-se de uma gravidez normal porque sentia todos os sintomas disso. Mas, passados nove meses, o abdómen continuava a dilatar e sentia muitas dores.
Georgina, foi aguardando que o seu quadro clínico se alterasse até que, cansada de tanto esperar, decidiu regressar a casa, localizada no município da Cahama. Duas semanas depois, as dores intensificaram-se de tal forma que os familiares decidiram levá-la ao Hospital de Ondjiva, onde foi submetida a uma intervenção cirúrgica.
O médico cirurgião, Germano Sotolongo, esclareceu que o tumor teve origem no ovário, tendo garantido que a cirurgia correu bem e durou uma hora e 45 minutos.
O Jornal de Angola conversou com Georgina Ana que aparentava um ar feliz, depois de longo tempo de sofrimento. Sempre sorridente, agradeceu a solidariedade dos médicos e anseia por passar a quadra festiva junto dos entes queridos.

Tempo

Multimédia