Províncias

Aumenta número de crianças do Uíge a frequentar sistema normal de ensino

José Bule | Uíge

Cerca de dois mil alunos do município do Uíge passaram a frequentar o sistema normal do ensino, no município do Uíge, com a entrada em funcionamento de 34 novas salas do primeiro ciclo.

Instituição acolhe centenas de jovens
Fotografia: José Bule | Uíge

Cerca de dois mil alunos do município do Uíge passaram a frequentar o sistema normal do ensino, no município do Uíge, com a entrada em funcionamento de 34 novas salas do primeiro ciclo.
A escola das Irmãs do Divino Pastor, no bairro Papelão, imediações do aeroporto do Uíge, que beneficiou de obras de reabilitação e ampliação, foi inaugurada pelo governador da província.
No bairro Mbemba Ngango, Paulo Pombolo inaugurou também um edifício de 12 salas e um campo multiuso construído no átrio da escola 107, instituição que conta agora com 17 compartimentos.
No mesmo dia, no bairro da Catapa, entrou em funcionamento uma escola com dez salas. O estabelecimento foi inaugurado pelo vice-governador para as infra-estruturas e serviços técnicos.
Afonso Luviluco salientou que com a construção da escola foi possível absorver mais de 1.100 alunos do ensino primário e I ciclo do ensino.  A directora da escola das Irmãs do Divino Pastor disse estar previsto, ainda este ano,  matricular alunos para aulas de alfabetização da 1ª à 4ª classe nos módulos 1 e 2.
Margarida Bernardo agradeceu a iniciativa do governo provincial e pediu a instalação de uma sala de informática e uma biblioteca para os alunos poderem fazer investigações científicas.
O governador provincial reconheceu que devem haver mais salas, pois todos os dias nascem crianças e a expansão da rede escolar deve corresponder ao crescimento populacional.
Na província vão ser construídas mais duas escolas, cada um com 24 salas, nos bairros Tange e Catapa, no município do Uíge.
O objectivo, frisou Paulo Pombolo, é fazer que não haja crianças fora do sistema normal do ensino, nem a ter aulas ao ar livre.
O governador disse que “este esforço vai continuar”, que “o objectivo é melhorar as condições de instalação das crianças e jovens em todas as escolas da província” e prometeu apoiar a escola das Irmãs do Divino Pastor com equipamentos informáticos, para os alunos terem mais facilidade de aumentarem conhecimentos.

Tempo

Multimédia