Províncias

Avaliado o contributo das mulheres

Valter Gomes | Uíge

O papel das mulheres empreendedoras no desenvolvimento da província do Uíge foi debatido durante uma mesa redonda  promovida pelo Governo Provincial, no âmbito do programa das comemorações dos 96 anos da fundação da cidade do Uíge.

O governador do Uíge Paulo Pombolo reconheceu as difíceis condições em que as mulheres desenvolvem as suas iniciativas económicas
Fotografia: Mavitidi Mulaza | Uíge

O encontro teve como objectivo encontrar soluções para a inserção da mulher da província do Uíge nos pequenos e grandes negócios, capazes de gerar empregos e obtenção de lucros, de modo a combater a pobreza e melhorar a qualidade de vida no seio das famílias.
Os participantes no encontro concluíram que para promover a autonomia económica e financeira das mulheres é necessário continuar a apoiar o empreendedorismo, o associativismo, o cooperativismo e o comércio.
Numa mensagem lida no final do encontro, as mulheres empreendedoras da província manifestaram a sua disposição em trabalhar com o Governo Provincial no combate à pobreza, com vista ao desenvolvimento da região e, ao mesmo tempo,  solicitaram ao Executivo o apoio necessário em recursos financeiros, para o aumento do volume dos seus negócios.
O governador da província do Uíge, Paulo Pombolo, disse que promoveu o encontro para reflectir sobre a relação das mulheres com o poder, os desafios e consequências do empreendedorismo, as características do poder exercido por mulheres no comando dos seus empreendimentos.
O governador disse que as “empreendedoras também promovem a inovação da cultura organizacional e constituem um contraponto à exclusão do género nas empresas”.
E acrescentou que a crescente participação das mulheres no empreendedorismo indica o grande potencial económico e a significativa contribuição do empreendedorismo feminino no desenvolvimento do país.
Paulo Pombolo disse que o governo da província procurou enquadrar a mesa redonda no programa das festa da cidade, como forma de incentivar a mulher a desenvolver os seus negócios e auto firmarem-se no mundo do empresariado.
O encontro permitiu a troca de experiencias e informações úteis sobre o empreendedorismo que as mulheres do Uíge promovem e analisou a sua contribuição no desenvolvimento da província. O governador do Uíge reconheceu as difíceis condições em que as mulheres desenvolvem as suas iniciativas económicas, tendo mesmo apontado como principal problema a falta de apoio na organização das empresas, escassos recursos financeiros e também a falta de espaços para instalarem os seus projectos.
Apesar destas limitações, salientou o governador, as mulheres empreendedoras da província do Uíge não têm poupado esforços na sua contribuição para o desenvolvimento e encorajou-as no sentido de continuarem a erguer cada vez mais a economia da província, utilizando todas oportunidades que o Governo Provincial coloca à disposição de todos.
Durante o encontro, foi discutida a contribuição da mulher angolana na prestação de serviços de qualidade à sociedade, os produtos e serviços de crédito disponíveis nos bancos públicos e privados, critérios de acesso, a mulher empreendedora e os critérios de acesso aos programas Angola Investe e BUE.
Participaram na mesa redonda mulheres empresárias, associações empreendedoras, bancárias, comerciantes e convidados.

Tempo

Multimédia