Províncias

Candidatos fazem cursos de orientação académica

Joaquim Júnior | Uíge

Mais de seis mil jovens inscreveram-se nos cursos preparatórios e de orientação escolar promovido pelo Comité Provincial do Uíge da JMPLA, no âmbito do projecto “Sucesso Escolar e Mérito Estudantil”, que visa preparar, de forma gratuita, os alunos da província que aspiram ingressar no ensino superior.

Augusto Pedro Conga, primeiro secretário provincial da JMPLA, que procedeu ontem à abertura dos cursos, no Cine Ginásio, disse que o programa da organização juvenil do MPLA tem como objectivo inserir o maior número de jovens no ensino superior e colmatar as dificuldades que muitos deles enfrentam depois de concluírem o ensino médio.
“Em obediência ao projecto Sucesso Escolar e Mérito Estudantil, a JMPLA, além da promoção dos cursos de orientação académica, tem realizado várias actividades de índole académica e pedagógica, como a mobilização da juventude para apostarem na formação académica e profissional, acções que continuarão a fazer parte da organização, procurando incluir todos os jovens sem qualquer distinção”, disse.
Nesta segunda edição, a JMPLA na província do Uíge mobilizou 89 docentes, que, de forma patriótica e voluntária, disponibilizaram-se em preparar os milhares de candidatos inscritos, que, no próximo ano, são submetidos a exames de acesso no Instituto Superior de Ciências de Educação e na Universidade Kimpa Vita, num total de 22 cursos.
No ISCED do Uíge são ministrados cursos de Psicologia, Pedagogia, História, Geografia, Matemática, Física, Química, Ensino Pré-escolar, Primário e Especial, e ainda os cursos de Línguas Portuguesa, Inglesa e Francesa. Já os cursos de Direito, Agronomia, Engenharia Informática, Enfermagem, Contabilidade e Gestão e de Economia estão agregados na Universidade Kimpa Vita.
Augusto Conga afirmou que, com a paz definitiva no país, a juventude passou a ser a camada mais beneficiária das políticas do Executivo. Os candidatos seleccionados para os cursos preparatórios têm idades compreendidas entre 18 e 35 anos. Os candidatos foram distribuídos por 98 turmas e as aulas preparatórias começam amanhã, em várias escolas seleccionadas.
João Pedro, um dos candidatos, louvou a iniciativa da organização juvenil do MPLA, que tem como finalidade ajudar muitos jovens a frequentar cursos preparatórios, de forma gratuita.

Tempo

Multimédia